VOLTAR

Coiab diz que missionários são inimigos dos indígenas

A Crítica (Manaus - AM)
16 de mar de 1994

De acordo com o ticuna Manoel Fernandes Moura, articulador político da Coiab, o conflito envolvendo missionários, mineradoras e militares no Brasil, no momento da Revisão Constitucional, é uma estratégia para confundir a opinião pública. Moura também afirmou que os missionários utilizam o discurso de propagar a palavra de Jesus Cristo para fazer o "trabalho" pelas multinacionais.

O articulador da Coiab também denunciou uma matança "silenciosa" dos povos indígenas, principalmente dos povos isolados das faixas de fronteiras, como no Vale do Javari e Alto Solimões.

O coordenador de Direitos Humanos da Coiab, Orlandino Melgueiros, criticou o processo de demarcação de terras no país. De acordo com coordenador, militares que integram o grupo de trabalho interministerial têm protelado o processo.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.