VOLTAR

Chefe da Funai provoca rivalidade entre tribos

O Liberal (Belém-PA)
13 de abr de 1976

O Bispo do município de Dourados, Dom Teodoro Latches, encaminhou documento de denúncia ao Ministro do Interior, Maurício Rangel Reis, que aponta o chefe do posto da Funai, Idevinaldo Sardinha, da reserva indígena de Dourados como responsável por incitar um conflito crescente entre as comunidades indígenas Terena e Guarani Kaiowá. Segundo as denúncias, Sardinha estaria usando os Terena contra as outras comunidades indígenas e, eventualmente, contra as pessoas que desejam tomar conhecimento da situação real que se encontra a reserva.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.