VOLTAR

Cariri: Funai prefere omitir-se

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
23 de abr de 1981

A Funai informou que apesar de estar ciente dos conflitos internos que ocorreram entre lideranças Xukuru-Kariri, o órgão não irá interferir diretamente. De acordo com o chefe da 3ª Delegacia da Funai, Leonardo Reis, os índios acusam o cacique Manoel Celestino de utilizar recursos destinados ao grupo para fazer viagens a Brasília. O conflito foi amenizado com a garantia das terras da Mata da Cafurna. Há cerca de um mês, uma nova chance foi dada ao cacique e os trabalhos da Funai foram retomados. Entre eles, está a conclusão de um reservatório de água para combater esquistossomose.

Os índios Wassu também passam por problemas. A região em que moram, que não é reconhecida pela Funai, está sendo invadida.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.