VOLTAR

Caiapó exige do Governo decisão sobre madeiras

Correio Braziliense (Brasília - DF)
17 de fev de 1993

Os 88 líderes e caciques do índios caiapós que chegaram segunda-feira a Brasília recusam-se a deixar a capital enquanto o presidente Itamar Franco não assinar um decreto autorizando a exploração e comercialização da madeira, principalmente o mogno, existente em seu território, ou uma indenização que obriga a Funai a pagar a cada uma das 16 aldeias caiapós a quantia mensal equivalente a 50 mil dólares.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.