VOLTAR

Cacique não resiste aos ferimentos, morre no PR

O Estado de São Paulo
30 de jan de 1980

Depois de oito dias internado num hospital, morreu ontem, vítima de embolia cerebral, o cacique Ângelo Kretã, líder os índios Kaingang e Guarani, na reserva de Mangueirinha. O cacique e três soldados da PM foram vítimas de um acidente quando uma jamanta, ao desviar de um Volks abandonado na estrada, colidiu frontalmente com o carro que ocupavam.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.