VOLTAR

Bispo culpa a Funai pelo abandono, alcoolismo e doenças na nação Maxacalis

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro-RJ)
12 de nov de 1977

O bispo de Teófilo Otoni, Dom Quirini Adolfo Schmitz, que também é membro do Cimi, acusou a Funai de ser responsável pela situação dos índios Maxakali, entregues ao abandono, vítimas de alcoolismo e outras doenças, como a esquistossomose. O bispo afirmou serem "humilhantes as imposições da Funai ao trabalho da Igreja junto a grupos indígenas".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.