VOLTAR

Avaliação de governo indica evolução nas políticas para indígenas e jovens

Notícias do Acre - http://www.agencia.ac.gov.br
Autor: Nayanne Santana
16 de jan de 2014

Ao longo deste mês as equipes das secretarias e autarquias que compõem o governo do Estado estão se reunindo, semanalmente, na Secretaria de Estado de Fazenda, para apresentar ao governador Tião Viana, as ações executadas nos últimos três anos. Nesta quarta-feira, apresentaram os resultados conquistados a Assessoria dos Povos Indígenas e Assessoria da Juventude (AsseJuv).

Marcelo Piedrafita, da Assessoria dos Povos Indígenas, foi responsável pela apresentação das atividades da pasta. Ele destacou que entre 2010 e 2014 foi registrado o maior crescimento de criação de escolas indígenas. Até o final deste ano o Estado terá criado (entre 2010-2014) mais 72 novas escolas, além das que já estavam em atividade.

A assessoria também foi responsável pela articulação dos povos indígenas, principalmente na consolidação da política de gestão ambiental. Segundo Marcelo Piedrafita, 15 secretarias de Estado estão promovendo atividades em terras indígenas. "Estamos avançando no Etnoturismo, uma atividade pioneira que mostra o potencial dos festivais indígenas e no zoneamento etnoambiental, que até 2014 estimamos concluir esse trabalho. Hoje já temos concluído 29 zoneamentos, das 34 terras indígenas existentes no Acre", completou Marcelo Piedrafita

Além disso, o governo também tem investido em ações de produção, saúde, educação e habitação com a construção de moradias em terras indígenas de Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Há ainda, para 2014, a implantação da agroindústria de Marechal Thaumaturgo.

"Vemos que essa é uma equipe pequena, mas que ajuda a provocar uma transformação imensa. Isso me orgulha e o desafio não acaba. Os nossos indígenas estão pedindo mais e nós temos que trabalhar para as futuras gerações", comentou Tião Viana.

AsseJuv se consolida - O assessor especial da Juventude, Thiago Higino, observou que uma das primeiras ações, há três anos, foi buscar sua identidade visual e começar a institucionalização da AsseJuv. "Apesar de ser uma assessoria pequena, nós conseguimos realizar muitas ações. Atingimos 107% das metas propostas", afirmou.

A Assessoria de Juventude promoveu uma conferência estadual, criou as brigadas que atuou no combate à dengue, no apoio aos atingidos pelas enchentes em 2012 e 2013. Já a Brigada Jovem no combate às drogas e de educação sexual levou as escolas públicas capacitações e palestras, além de ser uma forma de manter os alunos nas escolas em tempo integral.

Surgiu ainda, o Juventude na Comunidade que leva esporte e lazer para bairros carentes da capital e a campanha 'Vamos Proteger' para coibir abuso e exploração sexual cometidos contra crianças e adolescentes.

http://www.agencia.ac.gov.br/noticias/acre/avaliacao-de-governo-indica-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.