VOLTAR

Ataque nômade

Revista VEJA / nº215 (São Paulo - SP)
18 de out de 1972

O relatório do sertanista Francisco Meirelles, esperado para esta semana, deverá esclarecer mais satisfatoriamente como a família do seringueiro Euclides Cândido da Costa foi atacada por um grupo de índios no dia 4 deste mês, às margens do rio Machadinho, em Rondônia. Por enquanto, as informações disponíveis são ainda os depoimentos das vítimas sobreviventes e as deduções do sertanista Apoena Meirelles.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.