VOLTAR

Associação vai à Justiça para impedir que a Funai venda madeiras de índios

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
12 de jan de 1979

ANAI, em nome de dois mil Kaingang da região de Ibirama em Santa Catarina, entrará com mandado de segurança contra a Funai pela venda de madeira de reserva indígena. De acordo com o vice presidente da ANAI, a Funai não tem o direito de vender o patrimônio indígena sem o consentimento do grupo. Em nota oficial, a Funai afirma que as acusações não têm fundamento, dado que a madeira que pretende vender será inutilizada com o processo de inundação do local para a normalização da vazão do rio Hercílio Luz.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.