VOLTAR

Associação de Seringueiros Kaxinawa ganha prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente

Agência de Notícias do Acre - www.agencia.ac.gov.br
Autor: Edmilson Ferreira
14 de nov de 2008

Askarj do Rio Jordão venceu na categoria associação comunitária pelo trabalho desenvolvimento em favor da sustentabilidade

A Associação de Seringueiros Kaxinawa do Rio Jordão (Askarj) do Acre ficou em primeiro lugar na categoria associação comunitária do Prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente 2008, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente. Este ano, concorreram 100 trabalhos distribuídos entre as categorias liderança individual, educação ambiental, associação comunitária, negócios sustentáveis, municípios e ONGs.

Fundada em 1988, a Askarj é responsável jurídica por três Terras Indígenas no município de Jordão - TIs Huni Kuin do Alto Jordão, Baixo Jordão e Seringal Independência - e representa a luta pela regularização das Terras Indígenas e das Reservas Extrativistas. Observando os princípios do desenvolvimento sustentável, com intensa participação comunitária, desenvolve diversas linhas de trabalho: cooperativismo, arte, medicina, educação, sistemas agroflorestais, extrativismo, agricultura e criação.

Os primeiros colocados receberão prêmio de R$ 28 mil. A entrega dos prêmios está prevista para dezembro, no Rio de Janeiro. Organizado pelo Departamento de Articulação de Ações da Amazônia (DAAM), vinculado à Secretaria-Executiva do MMA, o Prêmio Chico Mendes foi criado em 2002 para valorizar e incentivar trabalhos voltados para a proteção do meio ambiente no bioma Amazônia.

Veja o perfil dos premiados em www.mma.gov.br

*Com informações do Ministério do Meio Ambiente

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.