VOLTAR

Artistas nacionais e internacionais doam guitarras para leilão pela Amazônia

Conexão Planeta - http://conexaoplaneta.com.br/blog
18 de set de 2017

Artistas nacionais e internacionais doam guitarras para leilão pela Amazônia

Suzana Camargo
18 de setembro de 2017

Shawn Mendes (na foto acima), Jon Bon Jovi, Fergie, Skank, Red Hot Chilli Pepers, Walk the Moon, 5 Seconds of Summer, Jota Quest, Offspring, Sepultura e Titãs são alguns dos cantores e bandas que doaram suas guitarras autografadas para o Leilão #PorUmMundoMelhor, promovido pela iniciativa Amazonia Live, do Rock in Rio. Todo o dinheiro arrecadado com a venda dos instrumentos será utilizado no programa de plantio de árvores na região do Xingu.

O objetivo da campanha Amazonia Live, lançada no ano passado, como mostramos aqui neste outro post, é o reflorestamento da vegetação amazônica através de doações de pessoas físicas e jurídicas. Em 2016, já tinha sido anunciado o plantio de quase 3 milhões de sementes: 1 milhão delas pagas pela própria organização do Rock in Rio, outro 1 milhão pelo Banco Mundial, 800 mil pela organização ambiental Conservação Internacional (CI-Brasil) e outras 100 mil pela Universidade Estácio de Sá.

Além da CI-Brasil, o projeto Amazonia Live conta com a parceria de outras duas entidades que trabalham pela conservação ambiental no Brasil: o Instituto Socioambiental (ISA) e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), este último responsável pelo plantio das árvores na floresta.

Na semana passada, foi realizada a primeira etapa do leilão online #PorUmMundoMelhor. Nela, fãs concorriam a experiências de "Meet&Greet" com artistas e tour nos bastidores do festival. Os lances foram feitos em tempo real e o vencedor também ganhava ingressos.

Nesta segunda fase, que vai até o dia 26 de setembro, os lances também podem ser feitos pela internet. A guitarra do Bon Jovi, por exemplo, é a que alcançou o maior valor até este momento.

Fazem parte ainda do leilão guitarras gigantes, de 2,6 metros, feitas pelos artistas plásticos Mateu Velasco, Tinho, Ramon Martins, Bruno Bogossian e Tomaz Viana e que atualmente estão expostas na Cidade do Rock, e outros objetos como camisas autografadas e baquetas.

Nesta edição do Rock in Rio diversos cantores e celebridades levantaram a bandeira pela proteção da Amazônia, depois que este bioma sofreu graves ataques por parte do governo, que tem a intenção de diminuir o tamanho de áreas protegidas para permitir a exploração mineral na região (entenda mais aqui).

Na última sexta-feira (15/09), durante a abertura do festival, Gisele Bünchen foi às lágrimas durante seu discurso, no qual falou do futuro da humanidade, de sonhos e de como eles podem se tornar reais. A modelo e ativista participou do evento para lançar o movimento mundial Believe Earth (veja mais sobre a iniciativa nesta matéria).

Nas redes sociais, Gisele foi criticada por sua posição política, mas vale lembrar que, a modelo Embaixadora da Boa Vontade nas Nações Unidas usa seu nome e prestígio para alertar sobre a importância da preservação da Amazônia, assim como muitos outros artistas internacionais, que lutam pelas mais diferentes causas, como Sting, pelos indígenas, Bono Vox, pelas populações pobres da África.

Eles podiam simplesmente fazer seus shows ao redor do mundo e gastar todo dinheiro sem precisar se preocupar com o próximo, certo? #PorUmMundoMelhor, com mais respeito e tolerância, por favor!

http://conexaoplaneta.com.br/blog/artistas-nacionais-e-internacionais-d…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.