VOLTAR

Antropólogos fazem críticas ao Araporã

Folha de São Paulo
Autor: Gastão de Andrade
06 de ago de 1978

A afirmação de que "o projeto Araporã é extremamente contraditório, seja em termos das metas a que se propõe, seja em termos dos meios delineados para alcançá-los", faz parte da avaliação crítica que antropólogas fizeram do projeto que constitui um convênio entre a prefeitura de Dourados (MS) e a Funai, por meio do qual os indígenas da RI Dourados serão integrados no esquema produtivo através do cultivo de hortifrutigranjeiros.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.