VOLTAR

Administrador sai e critica descaso

Zero Hora (RS)
13 de nov de 1992

O administrador demissionário da Funai no Rio Grande do Sul, Irani Cunha da Silva, considera que a falta de dotação orçamentária à causa indígena provocou o esvaziamento do órgão e tornou inviável a sua administração. Cunha identifica como principais problemas nas reservas as questões de saúde e fome, e teme que, em função dessas necessidades, haja o arrendamento das terras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.