VOLTAR

Abreu admite que o Bird está correto

Correio Braziliense (Brasília - DF)
05 de mar de 1989

A inexistência da contrapartida do Governo brasileiro e a concepção incorreta de determinados projetos estão dificultando a liberação de recursos do Banco Mundial (Bird), destinados prioritariamente a investimentos na área de energia. A confirmação é do ministro do Planejamento, João Batista de Abreu.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.