VOLTAR

A abertura não chegou nos territórios dos índios

O Estado do Paraná (Curitiba - PR)
17 de abr de 1980

A despeito do processo de abertura democrática que vêm ocorrendo no Brasil, não parece estar surgindo nenhuma espécie de melhora para os indígenas. A perspectiva é a de uma união da luta dos trabalhadores com a luta dos indígenas, segundo Márcio Souza, teatrólogo e apoiador das lutas dos índios. O escritor fala também do papel da Funai, que diz ter sofrido grande retrocesso com a nomeação de Nobre da Veiga, que seria responsável por colocar uma estratégia militar na gestão do órgão, colocando os índios contra os grupos defensores da causa indígena, como o Cimi. Fala da atuação da Igreja Católica, por meio do Cimi, como uma atuação realmente em favor dos indígenas, ainda que cheia de contradições.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.