VOLTAR

waimirí-atroarí: The Massacres behind the Myth

ARC
Autor: Anna Presland
01 de dez de 1979

O artigo apresenta uma visão crítica da política indigenista brasileira, em relação à atração dos índios Waimiri-Atroari. Segundo a autora, foi criado um mito em torno desses indígenas, incorporando uma errônea idéia de que são ferozes e irracionais, e apenas o homem-branco poderia transformá-los em seres humanos. Anna Presland denuncia que as terras desses indígenas foram estabelecidas de modo a liberar terras boas para gado, excluindo de sua delimitação uma área onde ainda vivem cerca de 1.000 Atroari. Além disso, depoimentos revelam que o processo de construção da BR-174 gerou muitas mortes por parte de militares. Foi encontrada na região grande quantidade de armas e bombas, descobertas pela equipe de Gilberto Pinto, mas não reveladas a público. Agora, um novo empreendimento ameaça os Waimiri-Atroari: a construção da hidrelétrica de Balbina, que deve alagar boa parte de suas terras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.