VOLTAR

Um índio morto e outro ferido

Gazeta-Rio Branco-AC
31 de jul de 2002

No último final de semana, dois índios Francisco Batista e Sebastião Moreira, da etnia Jaminawá-Arara habitantes das terras indígenas do Bajé, na aldeia Buritizal, foram alvejados por tiros de espingarda disparados por um homem identificado como José dos Santos.

Sebastião Moreira morreu segundos após ter recebido um disparo no peito e Francisco Batista, ficou gravemente ferido com uma bala no estômago. Desde domingo, 28, está viajando de canoa pelo rio em direção ao município de Marechal Thaumaturgo, numa longa e penosa viagem prevista para demorar seis dias, dado aos grande bancos de areia formados no leito dos rios onde a pequena embarcação tem que passar empurrada no braço.

A dupla tentativa de homicídio ocorreu no sábado passado, 27, mas devido as dificuldades de contato via rádio para a sede da União das Nações Unidas (Unir) em Rio Branco, só na manhã de ontem foi repassada a imprensa pelo próprio coordenador da Unir, Francisco Avelino.

Avelino disse que as informações ainda estão "truncadas" pela deficiência nos meios de comunicação com à aldeia Buritizal, distante seis dias de barco da sede do município de Marechal Thaumaturgo. Pelo que chegou a cidade, deu para entender que na sede do seringal "Seringueirinha" vizinho a aldeia Buritizal, o morador José dos Santos havia organizado uma festa e entre os convidados das aldeias mais próximas estavam quatro índios da Buritizal, entre eles Francisco Batista e Sebastião Moreira.

Não se sabe o que teria originado a confusão e nem a motivação do dono da casa José dos Santos, para matar um índio e atirar no outro. Uma equipe da Unir está se organizando para ir a região coletar maiores detalhes sobre o duplo crime.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.