VOLTAR

Um desastre cológico de 80 km de extensão rasga no meio o Parque Nacional do Araguaia

Diário da Manhã (Goiânia-GO)
Autor: Maurílio Lemes
09 de out de 1983

Ambientalistas, entre ecólogos e antropólogos, alertam sobre a construção da rodovia que atravessará a Ilha do Bananal, que ameaça o equilíbrio ecológico da região. A estrada, que cortará o Parque Nacional do Araguaia, irá alterar o regime das águas, e, assim, perturbar as condições de vida de todas as espécies.
A antropóloga Mari de Nasaré Baiocchi aponta que sua maior preocupação é a sobrevivência dos Karajá, habitantes da Ilha do Bananal.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.