VOLTAR

UFMT é acusada de boicotar Cimi

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
06 de jul de 1977

A Universidade Federal do Mato Grosso negou-se a servir de sede para um curso de introdução à linguística aplicada a línguas indígenas do Summer Institute of Linguistics, com apoio do Cimi. Segundo os missionários, trata-se de um boicote ao Cimi. O diretor do centro de Letras da UFMT, porém, garantiu que a decisão foi tomada com base no estatuto da universidade. A UFMT resolveu promover, ela mesma em parceria com o Summer Institute, um curso de linguística. Além disso, a matéria informa sobre a cooperativa agrícola organizada pela Funai e pelos indígenas da RI Dourados.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.