VOLTAR

Uerr discute implantação de polo em comunidade indígena

Governo do Estado de Roraima - www.rr.gov.br
18 de ago de 2015

Lideranças indígenas da comunidade da Barata, na região do Taiano, município de Alto Alegre, visitaram a sede da Uerr (Universidade Estadual de Roraima) na tarde desta segunda-feira, dia 17. Em reunião com o reitor da instituição, Regys Freitas, as lideranças solicitaram a implantação de um polo da universidade na região. O pedido será encaminhado para o Conselho Universitário da instituição para apreciação.

Adelmar de Melo Cavalcante Filho, presidente do Núcleo de Jovens e Adolescentes Indígenas da Região do Taiano, acompanhado do tuxaua da comunidade da Barata, Almir Costa Lima, afirmou que lá existem muitos universitários e que muitos deles atuam como professores nas comunidades próximas, justificando a necessidade de um polo da universidade na região.

O reitor da Uerr, Regys Freitas, afirmou que a universidade vem cumprindo com o seu papel de levar educação a todo o Estado, inclusive em diversas comunidades indígenas. "O pedido será apresentado ao Conselho Universitário, e em breve, teremos uma resposta às comunidades indígenas da região do Taiano", pontuou.

EQUIPAMENTOS - No último sábado, Regys Freitas esteve na comunidade indígena de Vista Alegre, zona rural de Boa Vista, onde a Uerr mantém um polo. Na ocasião, ele fez a entrega de um computador para os acadêmicos de Ciências da Natureza, atendendo uma reivindicação antiga dos alunos.

Além da entrega do equipamento, o reitor discutiu com acadêmicos e lideranças, sobre as necessidades da comunidade, discutindo a melhor maneira de levar educação superior àqueles povos.

http://www.portal.rr.gov.br/site/?governoderoraima=noticias_ver&id=1658

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.