VOLTAR

Uberlândia recebe palestras e oficinas gratuitas na 1ª Semana Lixo Zero

G1 - https://g1.globo.com
Autor: G1 Triângulo Mineiro
19 de out de 2018

Uberlândia recebe palestras e oficinas gratuitas na 1ª Semana Lixo Zero
19/10/2018 10h40

Por G1 Triângulo Mineiro

Objetivo do projeto é mobilizar pessoas para preservar a natureza. Abertura oficial foi nesta quinta-feira (18).

Palestras, mesas redondas, visitas técnicas e oficinas gratuitas fazem parte da programação da 1ª Semana Lixo Zero em Uberlândia. O projeto é realizado em diversas cidades do Brasil e na cidade do Triângulo Mineiro será a partir deste sábado (20) até 27 de outubro.

A abertura oficial do evento foi realizada nesta quinta-feira (18), na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), campus Santa Mônica. Uma mesa redonda foi feita para falar sobre como a tecnologia e a sustentabilidade andam juntas.

Neste sábado (20), agentes estarão no Parque Estadual do Pau Furado, por volta das 8h, para uma coleta de sementes. A partir das 15h, acontecerá uma oficina de reaproveitamento de alimento, na Rua Natal, no 851, no Bairro Aparecida.

Os interessados em participar devem se inscrever gratuitamente no evento desejado que está disponível no site da Ecolabora. A programação completo também pode ser conferida no mesmo portal.

A Semana Lixo Zero tem como objetivo fazer com que a sociedade mude a relação com os recursos naturais. A intenção é mobilizar pessoas, organizações e comunidades para aderirem a novas práticas de preservação e cuidados com a natureza.

Durante os nove dias, serão mais de 60 cidades do Brasil participando do projeto. A meta é chegar a três mil eventos promovidos e 12 mil voluntários envolvidos.

https://g1.globo.com/mg/triangulo-mineiro/noticia/2018/10/19/uberlandia…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.