VOLTAR

Tupiniquins ficam sem água em Aracruz

A Gazeta (Vitória - ES)
27 de dez de 1988

Uma comissão de indígenas Tupiniquim de Caieiras Velha foi à Assembleia Legislativa para denunciar a falta d'água que vêm enfrentando. Segundo eles, isso se deve ao descaso do atual prefeito, Primo Bitti, que perdeu as últimas eleições e, por isso, parou de enviar carros pipas para abastecer a caixa d'água da aldeia. Além disso, reclamaram também da represa que foi construída em terra indígena, mas que ainda não abasteceu essa população. Segundo o cacique José Sizenando, se nada for feito, os índios dispostos a arrebentar a represa no próximo final de semana. O novo prefeito eleito, Heraldo Musso, porém, afirmou que irá solucionar a situação de falta d'água.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.