VOLTAR

Tukano denuncia tráfico de índias no Rio Negro

A Crítica (Manaus - AM)
05 de dez de 1980

Em entrevista, o índio tukano Álvaro Sampaio desmentiu todas as declarações feitas pelo bispo D. Miguel Alagna. Entre os assuntos comentados pelo índio, estão a sua participação no Tribunal Russel, sua trajetória enquanto um sujeito político e o tráfico de mulheres indígenas para serviços domésticos prestados, inclusive, a funcionários da Força Aérea e do Exército.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.