VOLTAR

TRF4 suspende demarcação de 24.000 hectares de terra indígena no Paraná

Veja https://veja.abril.com.br
Autor: Guilherme Voitch
08 de nov de 2018

Uma decisão do desembargador Cândido Alfredo Leal Junior, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), suspendeu o despacho da Fundação Nacional do Índio (Funai) que aprovava a identificação da terra indígena Tekohá Guasu Guavirá, no oeste do Paraná.

O magistrado atendeu a um pedido da Federação da Agricultura do Paraná (Faep) e suspendeu os procedimentos que beneficiariam indígenas da etnia Avá-Guarani, nos municípios de Altônia, Guaíra e Terra Roxa.

O despacho da Funai apresentava o resultado de um estudo coordenado pela antropóloga Marina Vanzolini Figueiredo, que identificou uma área de aproximadamente 24.000 hectares, dividida em duas glebas e áreas de ilhas, que poderiam abrigar uma população indígena estimada em 1.360 pessoas (os dados são de 2013).

De acordo com a Faep, estão registradas na área 172 propriedades rurais legalizadas e produtivas. Tanto entidades indigenistas quanto do setor agrícola afirmam que há muita tensão na área, com risco grande risco de confronto.

Procurada, a Funai ainda não retornou os contatos do blog.

https://veja.abril.com.br/blog/parana/trf4-suspende-demarcacao-de-24-00…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.