VOLTAR

Transaraguaia: uma estrada condenada?

Jornal da Tarde (São Paulo-SP)
Autor: Dorothy Menezes
14 de mai de 1984

A Transaraguaia, rodovia que cortará a Ilha do Bananal e que foi duramente criticada por seu traçado impróprio, teve a sua construção paralisada, pois as obras foram inundadas pelas chuvas. Essa situação já havia sido alertada pelos ecologistas, que, através de estudos e documentos, apontaram que a rodovia passaria metade do ano submersa, devido o nível da água na Ilha que sobe até seis metros durante as cheias.
A rodovia também traz outra polêmica. Os trabalhadores que ficaram na Ilha para vigiar e cuidar das máquinas paradas estão gerando conflitos entre os Karajá e Javaé, habitantes da Ilha. As lideranças das comunidades indígenas estão preocupadas com o alto consumo de bebida alcoólica na área cortada pelas obras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.