VOLTAR

Thatcher usa mogno em decoração e é acusada de destruir Amazônia

Folha de S.Paulo (São Paulo - SP)
11 de jul de 1989

Margaret Thatcher está sendo acusada de estar contribuindo para a destruição da selva amazônica, já que revestiu as paredes de sua casa oficial com lambris de mogno, árvore que sofre exploração de forma predatória, sem garantia de renovação dos recursos naturais,

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.