VOLTAR

Terror militar

Tribuna Operária
03 de ago de 1987

O Exército foi colocado de prontidão no território de Roraima para intimidar qualquer protesto contra a prisão de 15 índios Makuxi, em Boa Vista. Os índios foram presos na maloca Santa Cruz. Sob o pretexto de libertar três trabalhadores da fazenda Guanabara que foram presos na maloca, uma força policial comandada pelo secretário de Segurança Menna Barreto cometeu uma série de arbitrariedades. A atitude dos indígenas contra os trabalhadores da fazenda é uma consequência do conflito provocado pelo latifundiário Newton Tavares, que tem uma milícia militar particular e é acusado de manter índios sob regime de escravidão.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.