VOLTAR

Terras de indígenas isolados está a ser invadida por madeireiros no Brasil - ONG

RTP- http://www.rtp.pt
03 de nov de 2016

As terras da tribo indígena isolada Kawahiva, um dos povos mais vulneráveis do planeta, estão a ser invadidas por madeireiros, no estado do Mato Grosso, na Amazónia brasileira, denunciou hoje a organização Survival International.

Num comunicado, a Survival International diz que um grupo de madeireiros foi recentemente apanhado em flagrante por funcionários da Fundação Nacional para o Índio (FUNAI), que é um órgão estatal que cuida das questões indígenas no Brasil.

No entanto, como os madeireiros têm o apoio de políticos locais e os funcionários da FUNAI não têm o poder de manter presos os suspeitos, os homens foram libertados, referiu a nota.

Segundo a ONG, desde então, outros grupos de madeireiros têm invadido o território dos Kawahiva.

Em abril de 2016, o Ministro da Justiça assinou um decreto determinando a criação de um território indígena protegido na terra da tribo para manter madeireiros e outros intrusos fora.

Para a Survival International, esse foi um grande passo para as terras e vidas dos Kawahiva e ocorreu após a pressão de apoiantes da ONG em todo o mundo.

Porém, o decreto ainda precisa ser implementado e agora, a pequena equipa que está a trabalhar para proteger a terra está a enfrentar graves cortes de orçamento, de acordo com a ONG.

O orçamento total da FUNAI previsto para 2017 é equivalente ao aprovado há 14 anos.

O aumento nos cortes e o congelamento do orçamento da FUNAI resulta na paralisação de alguns de seus serviços com o encerramento de quase metade das suas unidades administrativas e das chamadas "frentes etnoambientais," encarregadas da proteção de indígenas isolados.

"O Brasil comprometeu-se a proteger a terra dos Kawahiva em abril mas, com a demora do Governo, uma crise humanitária urgente e terrível está a desenvolver-se. A terra dos Kawahiva ainda está a ser invadida e a sua floresta, destruída. Está na hora de o Governo brasileiro agir como prometeu, antes que o genocídio de um povo inteiro seja completo", disse Stephen Corry, diretor da Survival International.

Os Kawahiva são um povo indígena nómada de caçadores-coletores. Além disso, muito pouco se sabe sobre esta tribo, por não terem contacto com estranhos.

Um grupo de Kawahiva tem vindo a ser vigiado pela FUNAI há 17 anos. Eles foram filmados em 2013 por um agente da fundação. Adultos e crianças pareciam estar saudáveis e pode ainda haver outros grupos de Kawahiva isolados na floresta.

Este território, conhecido como Território Indígena Kawahiva do Rio Pardo, está localizado no Mato Grosso, onde as taxas de desflorestamento ilegal são as mais altas já registadas na Amazónia brasileira.

A organização não-governamental para os direitos indígenas referiu que a tribo já tem poucos elementos, pois muitos foram mortos ou morreram devido a doenças ao longo dos anos.

Os sobreviventes fogem constantemente de madeireiros, garimpeiros, fazendeiros e outros invasores.

http://www.rtp.pt/noticias/mundo/terras-de-indigenas-isolados-esta-a-se…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.