VOLTAR

A tecnologia da devastação

Zero Hora (Porto Alegre - RS)
20 de jul de 1998

Os caboclos da Amazônia exploravam a mata de forma artesanal. Isso persistiu até os anos 70, quando os colonos do Sul desembarcaram a região. A soma de conhecimentos de sulistas e de caboclos resultou num método simples e eficiente de devastação que se completa com a chegada das madeireiras asiáticas. Com clientes cativos e dinheiro para girar os negócios, os asiáticos são o elo que faltava para inserir a derrubada da mata na economia globalizada.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.