VOLTAR

Surto de malária deixa os índios Gaviões apavorados

O Liberal (Belém-PA)
27 de fev de 1981

Cerca de 20 indígenas Ikolen (Gavião), no posto Lourdes (RO), estão em tratamento de malária e Funai tenta conter o surto. Segundo delegado, não houve mortes e não faltará medicamento aos índios.

Delegado também confirma a intenção da Funai de investigar a denúncia de massacre contra uma aldeia indígena no vale do rio Machado, ocorrida entre 1976 e 1978.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores rurais de Porto da Folha (SE) denuncia que vários disparos de arma de fogo foram feitos em direção à ilha de São Pedro, habitada por descendentes dos índios Xocó.

Conselho Tribal Terena (MS) decidiu pela permanência dos cinco índios terena que estudam em Brasília e estão sendo transferidos para outra cidade contra sua vontade pela Funai.

Divulgação do relatório sobre as mortes e internações de índios de Nonoai (RS), Kaingang, foi mais uma vez adiada pela Secretaria de Saúde e Meio Ambiente.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.