VOLTAR

Suicídio, a terrível rotina dos guaranis

O Globo (RJ)
13 de jan de 1991

"Um dia ainda vou me matar". Essa afirmação é comum entre os habitantes da RI Dourados, onde vivem quase oito mil índios, 5.100 dos quais são Guarani Ñandeva e Guarani Kaiowá.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.