VOLTAR

Sinop: índios e MST pedem que prefeito seja contra usina

Só Notícias - http://www.sonoticias.com.br/
Autor: José Carlos Araújo
12 de nov de 2010

Aproximadamente 200 pessoas, entre índios e representantes do Movimento Sem Terras, estiveram, hoje à tarde, no gabinete do prefeito Juarez Costa. Eles foram até o gestor municipal para coletar sua assinatura em apoio ao movimento contra a construção da Usina Hidrelétrica Sinop. No entanto, Juarez não assinou o documento.

De acordo com o prefeito, para que haja uma intervenção e preciso que outros interesses sejam discutidos com os meios que se sentem prejudicados. O índio Valdenir Mundurucu, da etnia Caiabi, não concordou com a atitude do prefeito. Ele alegou que estava ali para ter apoio do gestor e não apenas para ouvir promessas. Após a reunião com Juarez, eles saíram pelas ruas do município e foram protestar na sede do Ministério Público Estadual.

O grupo afirma que mais de cem hectares serão alagado com a instalação da usina. Com isso, pode surgir a proliferação de doenças como malária e febre amarela, além de mais de mil pessoas que serão desabrigadas. Eles ressaltam também que o lençol freático possa subir e sendo assim interferir no desenvolvimento de plantas em toda bacia do rio.

Um seminário, que teve início no dia 10 deste mês, foi realizado contra a instalação da usina. O grupo é formado por pessoas que acreditam que podem ser atingidas com a construção da hidrelétrica e promovido pela Secretaria Regional Pantanal dos Andes.

Conforme Só Notícias informou, o Ministério Público Estadual ingressou com uma ação pedindo a suspensão das audiências, que estão marcadas para a próxima semana (do dia 16 a 20), em Ipiranga do Norte, Sorriso, Sinop, Cláudia e Itaúba para tratarem do licenciamento ambiental da usina hidrelétrica.

Ainda não há previsão de quando a obra começar. A hidrelétrica é projetada para ampliar o fornecimento de energia na região Norte de Mato Grosso e demais regiões.

http://www.sonoticias.com.br/noticias/10/115949/sinop-indios-e-mst-pede…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.