VOLTAR

Sertanista faz contato com Atroari

O Globo (Rio de Janeiro-RJ)
30 de mar de 1973

O sertanista Gilberto Pinto voltou a manter contatos com os índios Waimiri-Atroari, responsáveis pelo ataque ao posto da funai em Alalaú, no qual morreram três funcionários da Fundação. O contato foi mantido diariamente com o cacique Maruaga, mas a Funai não sabe até agora os resultados do encontro, e aguarda o relatório do sertanista. Já o sertanista Fiorello Parizi chefiará uma expedição de reconhecimento da região habitada por dois grupos indígenas na divisa do Pará com o Amapá.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.