VOLTAR

Sementes estéreis são vetadas

O Globo, Ciência e Vida, p. 48
25 de mar de 2006

Sementes estéreis são vetadas

O grupo de trabalho da COP8 que trata das sementes transgênicas estéreis conhecidas como exterminadoras rejeitou de forma unânime ontem qualquer uso dessa tecnologia. O grupo retirou do texto oficial um parágrafo que submetia a permissão de experimentos a uma análise caso a caso.
Uma fonte do governo brasileiro, que se opõe à tecnologia, garantiu que a questão está resolvida na COP8. O documento, no entanto, só será assinado por todos os membros no último dia do evento, na próxima sexta-feira. Tecnicamente, portanto, ainda pode ser alterado.
Esses transgênicos têm um gene produtor de uma toxina que esteriliza as sementes depois do amadurecimento da planta. Assim, o agricultor precisa comprar os grãos para a safra seguinte. Segundo alguns especialistas, uma vez no campo, o gene exterminador se propaga para outras espécies e esteriliza suas sementes. Já de acordo com o Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB), em algumas situações da agricultura e da pesquisa de novas variedades, a esterilidade é uma característica altamente desejável do ponto de-vista científico.
Austrália, Canadá e Nova Zelândia eram contra a proibição das exterminadoras. (T.B.)

O Globo, 25/03/2006, Ciência e Vida, p. 48

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.