VOLTAR

Romero denuncia: Xavantes foram envenenados

Diário do Povo (Campinas - SP)
30 de out de 1980

Seis crianças Xavante da aldeia de Parabubure, no Mato Grosso, morreram vítimas de envenenamento do corrégo de mesmo nome. A culpa é atribuída pelos indígenas aos fazendeiros da região, que são contra sua presença na região. A Funai omitiu este fato e chegou à proibir manifestações dos índios em Brasília. Segundo o ex-coordenador do Projeto Xavante, Cláudio Romero, há mais de 20 anos os Xavante sofrem injustiças por causa da presença dos fazendeiros, e há risco de novo levante Xavante.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.