VOLTAR

A reação do índio, uma incógnita

OESP, p. 12
20 de set de 1970

A reação do índio, uma incógnita

Luiz Salgado Ribeiro
Correspondente em Manaus

Os trabalhadores que já começam a chegar a Altamira tem a mesma pergunta para fazer, logo que põem os pés na pequena cidade paraense, que é ponto de apoio para a construção da Transamazônica: "Existe muito índio bravo na região?" As respostas são as mais diversas. Ao certo, nem a Funai está em condições de responder.
Sabe-se que na região existe uma das maiores concentrações de índios do País. Ali habitam os jurunas, os chicrins, os araras e diversos outros grupos da grande nação dos caiapós.

OESP, 20/09/1970, p. 12

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.