VOLTAR

Quatro pessoas são presas por extração ilegal de madeira em Terra Indígena de MT

G1 https://g1.globo.com/
10 de abr de 2019

Quatro suspeitos foram presos, pela Polícia Federal, na sexta-feira (5), na região norte de Mato Grosso. De acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai), eles estariam extraindo madeira, ilegalmente, da terra indígena Urubu Branco.

O grupo estava com acampamento instalando dentro da área, que está localizada entre os municípios de Confresa, Luciara e Porto Alegre do Norte.

Os policiais também apreenderam toras de Pau-brasil, recém-cortadas, e quatro motosserras próximo ao acampamento dos suspeitos.

A terra indígena Urubu Branco, homologada por Decreto Presidencial de 08 de setembro de 1998, é destinada ao usufruto exclusivo do povo Tapirapé.

Depois de várias denúncias de crime ambiental feitas pelos índios, a Funai solicitou a presença da polícia na área.

Agentes da Funai continuam no local e, de acordo com a Coordenadora Geral de Monitoramento Territorial (CGMT), Andréa Martucelli, algumas ações já estão sendo realizadas, com o intuito de combater atos ilícitos dentro da terra indígena.

Os suspeitos, a madeira e as motosserras foram encaminhados para a delegacia.

https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2019/04/10/quatro-pessoas-s…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.