VOLTAR

Protelada a emancipação

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
16 de fev de 1977

Rangel Reis, ministro do Interior, contrariando declarações anteriores, afirmou que a emancipação dos povos indígenas até o final do governo não é a meta prioritária do seu Ministério. Ele garantiu que não há um número pré definido de índios a serem integrados, nem datas, pois a filosofia do Ministério é proporcionar aos povos indígenas, no futuro, uma nova situação, garantindo educação, trabalho e terra.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.