VOLTAR

Projeto de recuperação ambiental dos Guarani Mbya conquista financiamento do Governo Estadual de São Paulo

Funai - http://www.funai.gov.br
11 de nov de 2019

Uma estratégia inovadora de desenvolvimento sustentável nas comunidades indígenas foi classificada em uma seletiva de projetos a serem financiados pelo Fundo dos Interesses Difusos (FID), da Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo. Denominado "Juçara Guarani", o valor total do projeto a ser desenvolvido na Terra Indígena Ribeirão Silveira, do povo Guarani Mbyá, é de R$ 413.192,26, sendo R$ 387.292,26 recursos do FID e R$ 25.900,00 de contrapartida.

"A proposta conta com o apoio dos indígenas e foi construído de forma participativa, oferecendo uma alternativa sustentável, que promova a recuperação da espécie ameaçada de extinção e, principalmente, a geração de renda e segurança alimentar, através do aproveitamento dos frutos da palmeira juçara para a produção de polpa congelada, sementes e mudas na Terra Indígena Ribeirão-Silveira", destaca o Eng. Florestal Renan Cardoso, coordenador do projeto.

A iniciativa foi apresentada à Secretaria de Justiça pela Prefeitura Municipal de São Sebastião, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, em parceria com a Coordenação Regional Litoral Sudeste e a Coordenação Técnica Local em São Paulo. Está prevista a construção de uma Unidade de Beneficiamento totalmente equipada e capaz de produzir polpa de frutos congelados, dentro dos padrões sanitários. Também faz parte do projeto a aquisição de veículos de apoio, reestruturação de dois viveiros, contratação de serviços em manejo florestal, higiene e manipulação de alimentos, estudos técnicos e elaboração do Plano de Manejo Sustentável dos frutos da palmeira juçara.

CTL em São Paulo e Assessoria de Comunicação.

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/5733-projeto-de-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.