VOLTAR

Projeto Antimary é reconhecido como modelo acreano de desenvolvimento

Página 20-Rio Branco-AC
01 de mar de 2003

Missão da ITTO recebe garantia de ação política do Estado no desenvolvimento de programas sustentáveis.
A missão da ITTO (International Tropical Timber Organization) e o Comitê de Gestão do Projeto Antimary receberam garantia de ação política para o fortalecimento de programas sustentáveis. O aval foi dado pelo governador Jorge Viana em uma reunião na Secretaria de Planejamento de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, ontem no início da manhã.
"Estou aqui para garantir aos técnicos que é prioritário para esse Governo o desenvolvimento de programas que possibilitem a estruturação da Economia da Floresta", afirmou Jorge Viana. O Projeto Antimary, em Sena Madureira, com 4 mil hectares de área, foi a primeira experiência da ITTO no Estado do Acre. Orçada em US$ 1 milhão de dólares, em 1987, a primeira fase do projeto foi concluída em 1993 quando recebeu mais uma injeção de US$ 1,875 milhões. "O Acre tem sido um exemplo para o mundo na questão de conciliar o desenvolvimento sustentável com a valorização do elemento humano", afirmou Emanuel Ze Meka, Secretário de Indústria Florestal da ITTO.
O Projeto Antimary beneficia diretamente 88 famílias e está inserida em um projeto oficial do Governo do Estado de garantir a qualidade de vida para os povos da floresta. O Acre é hoje o Estado brasileiro com a maior área destinada á criação de florestas públicas. São mais de 1 milhão de hectares cuja principal preocupação do governo é incentivar a exploração racional dos recursos naturais. "A terceira fase do Projeto Antimary é a fase que exige o maior envolvimento da comunidade e dos órgãos gestores para efetivamente arregaçar as mangas e trabalhar mais ainda", disse Viana. A terceira fase é o que os técnicos chamam de "fase de exploração".
A segunda fase do projeto que está em conclusão finalizou as etapas de estudos e mapeamento das potencialidades econômicas da área. Há 53 espécies de madeira que têm potencial para a indústria de móveis. O secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Sustentável, Gilberto Siqueira, informou que já existem empresas do ramo de movelaria interessadas em se instalar no Estado.
Só com as espécies existentes nas áreas do Projeto Antimary, a capacidade para abastecimento da indústria de móveis é de 80 mil m3 de madeira manejada. Isso representa 40% do consumo interno do Estado. A intenção do governo é efetivar a exploração dos recursos madeireiros com a certificação.
Os dois eixos rodoviários que são estratégicos para o Governo são a Estrada do Pacífico (com importância para a integração regional) e a BR 364, com ligação intra-regional para Cruzeiro do Sul.
Na reunião de ontem, o governador Jorge Viana fez o anúncio de que o estado do Acre está em uma fase de consolidação da Economia Florestal e exemplificou com o fato de que a exploração do mogno vai se efetivar ainda nesse ano. "Há um ano e meio trabalhamos com os melhores técnicos no mundo para concretizarmos a exploração racional do mogno e estamos caminhando para que tudo dê certo".
O que é a ITTO
ITTO é uma organização com atuação em 60 países na área de exploração madeireira e, nos últimos anos, no setor de não madeireiros. No Brasil, a vinda de estruturas empresariais a não governamentais como a da ITTO são garantidas graças ao apoio da Agência Brasileira de Cooperação. O Projeto Antimary foi realizado com uma ação efetiva do governo suíço.
A missão de monitoramento do projeto fica reunida até hoje para pensar novos mecanismos para promover o incentivo e promoção do desenvolvimento a longo prazo das florestas da Amazônia Ocidental.
(Itaan Arruda Dias-Página 20-Rio Branco-AC-01/03/03)

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.