VOLTAR

Produtores do MT investem na construcao de estradas

OESP, Economia, p.B5
23 de jun de 2004

Produtores do MT investem na construção de estradas
Cansados de esperar investimentos dos governos federal e estadual nas precárias estradas do Mato Grosso, os produtores rurais formaram 42 consórcios que viabilizarão a construção de 3,2 mil quilômetros de rodovias no Estado até 2007. O prefeito de Lucas do Rio Verde, o produtor Otaviano Olavo Pivetta, afirmou que o Estado já aplica, na prática, o esquema de Parcerias Público Privadas (PPPs), reunindo a iniciativa privada e os governos municipais e estaduais. Os recursos vêm de um imposto estadual cobrado dos produtores que é aplicado em infra-estrutura, mas são as prefeituras e os consórcios os encarregados dos acordos com empreiteiras.
Segundo ele, os consórcios conseguiram realizar 65 km de obras na estrada estadual MT-449 ao custo de R$ 236 mil por quilômetro, bem menos do que os R$ 700 mil gastos pelo governo em trabalhos anteriores no Estado. Segundo o prefeito, as próximas obras na região têm orçamento ainda mais baixo, de R$ 115 mil por quilômetro.
Pivetta declarou que este ano o Estado do Mato Grosso tem à disposição recursos gerados pelo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fetab), imposto estadual cobrado dos produtores do agronegócio, criado em 2000. Os recursos em 2003 foram superiores a R$ 230 milhões e foram usados em estradas, construção de escolas e habitação. "A solução é não deixar o governo fazer. A sociedade é que tem de se mobilizar" , disse Pivetta.
(R.S.)

OESP, 23/06/2004, p. B5

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.