VOLTAR

Presos os acusados do assassinato do Cacique Marçal

O Globo (RJ)
03 de dez de 1983

As polícias do Brasil e do Paraguai prenderam na última quinta-feira, em uma Fazenda de Pero Juan Caballero, João Gomes e João Chamamel, acusados do assassinato do líder Guarani Marçal de Souza, ocorrido no sábado passado, no MS.
Os 300 índios Kraho, Xavante, Xerente e Karajá que ocuparam a Ajudância da Funai em Araguaiúna (GO) ainda não conseguiram entendimento com o presidente do órgão.
Cerca de 350 famílias de posseiros invadiram a reserva indígena Igarapé Lourdes, o que pode provocar grandes conflitos na área.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.