VOLTAR

Presidente da Funai ignora as acusações do Tribunal Russell

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
02 de dez de 1980

O presidente da Funai, coronel Nobre da Veiga, afirmou desconhecer as acusações feitas ao Brasil pelo Tribunal Russell por não serem oficiais. O coronel também criticou a viagem do cacique Juruna à Holanda, para participar do Tribunal, porque, em sua opinião, o cacique desconhece os problemas dos índios do Brasil. Nobre da Veiga utilizou o exemplo de dois índios que viajaram para o México, alegando que nestes casos eles possuíam legitimidade.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.