VOLTAR

Praia do Leão ganha novo posto de informação

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
Autor: ICMBio
05 de dez de 2018

Praia do Leão ganha novo posto de informação
05 de Dezembro de 2018, 17h45

Estrutura deve melhorar o controle dos visitantes e dos recursos naturais em mais um ponto no Parque Nacional

O Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha vai inaugurar amanhã (06) um novo posto de informações na Praia do Leão. A estrutura está prevista no contrato de concessão da unidade, que prevê postos de informação e de controle para melhor auxiliar o turista. A inauguração deve contar com a presença do Ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte.

A estrutura é toda auto-sustentável: feita em madeira, a energia é gerada por placas solares e dispõe de banheiros "secos". Como a região não dispõe de abastecimento e rede de esgoto, nesta modalidade, os resíduos sólidos são tratados via compostagem. Já a água é disponibilizada via captação e armazenamento das águas de chuva.

Além de uma pequena base, onde o turista pode encontrar informações sobre a área com interpretação ambiental, haverá uma estrutura de apoio com passarela suspensa e acessível a pessoas com necessidades especiais.

Atualmente, o visitante adquire uma entrada com um código de barras que garante o acesso a partes do parque. Com o posto de informação e controle, a equipe deve garantir o acesso aos portadores do ingresso, saber informações de dias e horários de visitação e também educar a conduta do visitante, já que a praia é muito visada por ser um dos únicos pontos de banho com o mar de fora.

O local também possui uma importância enorme para a conservação pois é um ponto de desova da vulnerável tartaruga-verde (Chelonia mydas), espécie que só se reproduz em ilhas oceânicas. A Praia do Leão foi o berço do reconhecido Projeto Tamar e um dos embriões do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/10118-praia-d…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.