VOLTAR

Ponte destruída pelo delegado evita conflito

O Estado de São Paulo
12 de set de 1980

O delegado regional da Funai, Paulo César da Silva Abreu, admitiu ter ele mesmo destruído a ponte construída pelo fazendeiro Mejer Kabacznick dentro da reserva indígena do Alto Rio Guamá, ocupada pelos índios Tembé. O delegado admitiu que não tinha permissão para tal, mas que sua ação foi motivada pela necessidade de se evitar maiores conflitos. Desde 1978 a Funai tenta encontrar uma solução para livrar a reserva indígena de seus invasores. Segundo o orgão, em acordo firmado com o fazendeiro, ele teria se comprometido a ajudar na proteção, mas, ao que parece, teria feito justamente o oposto.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.