VOLTAR

Polícia prende madeireiros e fiscais do Ibama

FSP, Cidades, p. A21
08 de dez de 2006

Polícia prende madeireiros e fiscais do Ibama

Da agência folha

Nove pessoas foram presas ontem em Rondônia durante uma operação da Policia Federal que desbaratou um esquema de extração e comercialização ilegal de madeira.
Entre os presos estavam seis funcionários do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e três dos maiores empresários madeireiros da região oeste do Estado.
A operação deveria ter ocorrido na quarta-feira, mas acabou postergada pelos atrasos e cancelamentos de vôos nos aeroportos do país, que impossibilitaram a viagem dos cerca de 160 policiais de cinco Estados que participaram da ação.
Além dos nove mandados de prisão, foram também cumpridos 62 mandados de busca e apreensão em 32 empresas.
As investigações revelaram que as empresas retiravam a madeira das reservas indígenas Lajes e Ribeirão e depois a escondiam e a armazenavam em áreas próprias.
Já os funcionários do Ibama tinham uma dupla função. Ao mesmo tempo em que eram coniventes na fiscalização, usavam o atual momento de transição entre os documentos de fiscalização da madeira para tornar aparentemente legal o material.
Inicialmente, eles usavam antigas ATPFs (Autorização para Transporte de Produtos Florestais) para criar créditos no sistema de extração. Depois, porém, usavam DOFs (Documento de Origem Florestal, a nova guia) para identificar a madeira
A quadrilha operava desde 2004. Parte da madeira extraída em Rondônia era exportada para a Bolívia, dizem os policiais.
(João Carlos Magalhães)

FSP, 08/12/2006, Cidades, p. A21

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.