VOLTAR

Polícia prende assassino de índio

A Gazeta-Rio Branco-AC
19 de jun de 2002

Uma equipe de policiais do 4o DP, com apoio de policiais do gabinete do diretor-geral de Polícia, Walter Prado, prenderam na manhã de ontem em uma casinha na localidade denominada "Buritizal", rua 5 de Maio no 68 no bairro Santa Inês, o homicida Osnir da Silva Ferreira, 23. Ele estava sendo procurado desde o dia 13 deste mês.

Osnir matou com uma facada no peito, o índio Genivaldo Severino da Silva Manchinery, o "Gato", 23. O crime ocorreu às 19h20 na rua principal do Conjunto Oscar Passos, no bairro São Francisco. A vítima ainda chegou a ser levada para o Pronto Socorro mais morreu a caminho do centro cirúrgico.

A versão do criminoso

Osnir admitiu ser usuário de drogas. Disse que Genivaldo era traficante e abastecia os viciados do bairro. Bebia com freqüência e se tornava violento. "Até os próprios clientes eram postos para correr sob ameaça de um terçado. Já tinha tentado me matar uma vez.

No dia do crime eu vinha com minha esposa que é evangélica. Encontrei o "Gato" que estava aparente embriagado. Disse a minha mulher que ia comprar uma nóia só para ir dormir. Ela insistiu para que a gente fosse embora. Não atendi. Fui até o "Gato" e perguntei como é que estava. Queria saber se a droga restava em cima. Ele entendeu que queria brigar e me agrediu. Saquei a faca e o feri no peito. Sai correndo e me escondi. Hoje iria me entregar mas fui preso antes".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.