VOLTAR

Plano da Funai é criticado pelo Cimi

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
04 de fev de 1976

O secretário executivo do Cimi, padre Antônio Iassi, criticou a sugestão da Funai de transferir 577 famílias não-indígenas, que ocupam uma terra indígena, para a Amazônia. Segundo o padre, essa sugestão parte de um desconhecimento total do problema fundiário existente naquela região. O padre também questionou as dúvidas do delegado da Funai sobre a possibilidade ou não do Incra financiar a transferência dos posseiros. Por fim, o religioso criticou o não conhecimento por parte dos delegados regionais da Funai, que, segundo ele, são transferidos assim que começam a entender um pouco a problemática dos povos indígenas da região.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.