VOLTAR

Pistoleiros recorrem da sentença

Correio Braziliense (Brasília - DF)
02 de out de 1988

Os advogados dos cinco pistoleiros condenados pela morte de três indígenas Xakriabá, depois de um julgamento de 75 horas, vão recorrer da decisão do júri federal de Belo Horizonte. As justificativas para o pedido são duas: a duplicidade de acusação e a predisposição do público favorável aos indígenas. Já o delegado da Funai, agora mais preocupado com os Xakriabá, anunciou que o órgão vai tomar medidas especiais na área e pedir apoio da Polícia Federal para que os direitos dos índios sejam respeitados.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.