VOLTAR

Pesquisa investe na medicina indígena

Gazeta Mercantil (São Paulo - SP)
Autor: Wagner Oliveira
27 de dez de 2001

Pesquisa conduzida pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) pode levar à criação de uma das primeiras patentes na área médica para um grupo indígena. À procura de novos fármacos para doenças que afetam o sistema nervoso central, foi feito o mapeamento de mais de 150 plantas utilizadas para cura na aldeia Krahô, em Tocantins.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.